Cruzeiro pode iniciar disputa da Série B com seis pontos a menos e longe do Mineirão

O Cruzeiro pode ter que cumprir duas duras punições em 2020 e começar sua primeira participação no Brasileirão Série B com saldo negativo e longe do Mineirão.

A pena que pode deixar o Cruzeiro com seis pontos a menos logo no início do Brasileirão Série B envolve a compra do atacante Willian junto ao Zorya, da Ucrânia, em 2014. O time que detinha os direitos do jogador levou o caso à FIFA por falta de pagamento de 1,5 milhões de euros e a entidade enviou a punição do clube mineiro à CBF em julho deste ano. Nela, o Cruzeiro deveria perder seis pontos no Brasileirão, mas um recurso no Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) jogou o último julgamento para o ano que vem.

Sem Mineirão

O Cruzeiro ainda tem que cumprir pena de perda de mando de campo no ano que vem por uma confusão no clássico contra o Atlético-MG. Também com recurso, o clube conseguiu jogar a punição para 2020, mas a situação pode piorar.

Com a depredação do Mineirão na partida do rebaixamento, contra o Palmeiras, o Cruzeiro deve sofrer mais uma punição pesada e ficar sem o estádio por ainda mais jogos na segunda divisão nacional.

10/12/2019